Notícia

Porteiro, integrando a segurança com planejamento e tecnologia

O porteiro guarda a entrada de um edifício, contribuindo para medidas de segurança e oferecendo assistência básica. Isso implica abrir as portas para as pessoas e cumprimentá-las quando elas entram, mas pode incluir outros serviços, como carregar bagagem e receber pacotes. Um aspecto menos óbvio, mas extremamente importante do trabalho é garantir a segurança de todos dentro. Os porteiros podem trabalhar em hotéis, resorts, lojas, edifícios de escritórios e edifícios residenciais, e os turnos costumam cobrir noites e feriados.

 

Papéis e responsabilidades do Porteiro

 

  • Cumprimente e ajude as pessoas

  • Responda às perguntas

  • Monitor de Segurança

  • Aceitar Pacotes

  • Executar tarefas administrativas

  • Amigável mas assertivo

  • Quanto maior, melhor

  • Rápido e engenhoso

  • Cuidar de si mesmo

  • O pacificador

 

 

Papel do sistema de segurança eletrônico:

A segurança eletrônica está relacionada à alavancagem da inovação na manutenção defensiva, antecipando o acesso não aprovado a indivíduos e propriedades. Os sistemas de segurança eletrônica compreendem extensivamente alarmes, controles de acesso e CCTVs, que são proeminente e amplamente utilizados. A integração desses sistemas de segurança com seu serviço de portaria trarão muito mais segurança ao ambiente.

Vejamos como são e funcionam os sistemas integrados de segurança.

O que é um sistema integrado de segurança?

Um sistema de segurança integrado utiliza sistemas de segurança em várias camadas e integra-os em uma única solução. Por exemplo, uma empresa pode ter os seguintes sistemas de segurança:

  • Video vigilância
  • Controle de acesso
  • Alarme de intrusão
  • PA System
  • Serviço de Guarda Uniformizado
  • Portaria

Veja como um sistema de segurança integrado pode beneficiar sua empresa.

1. Eficiência

Administrar um negócio vem com uma quantidade enorme de tarefas de alta ordem, sendo uma delas a segurança da empresa. Um sistema integrado de segurança em qualquer setor permitirá que as empresas prosperem de maneira mais eficaz e eficiente.

Atribuir uma função específica para uma pessoa específica em relação aos diferentes setores do sistema integrado de segurança permitirá ao membro da equipe utilizar suas habilidades, especificamente nessa área, garantindo, em última análise, à equipe de gerenciamento que as tarefas atribuídas a essa pessoa específica grande mudança na eficiência da empresa.

2. Centralização

Um sistema integrado de segurança permitirá que as operações de segurança das empresas se tornem centralizadas. As equipes de gerenciamento e os proprietários de empresas podem agora obter um relatório completo de uma área, em vez de falar com todas as áreas de seu sistema de segurança integrado.

Isso não só economiza tempo, mas também permite um fluxo de trabalho mais organizado para as empresas.

3. Prevenção Contra Roubo

Não importa em que tipo de indústria se trabalha, eles sempre têm que estar preparados para o roubo inesperado. Seja roubo interno ou externo, pode ser esmagador.

De acordo com o Relatório Global Anual de Furto da Kroll , o roubo continua sendo predominantemente um trabalho interno. Os números de 2016 mostram que 60% das fraudes são cometidas por pessoas de dentro, ante 55% no ano anterior. Formas de prevenir momentos como esses é integrar um sistema de segurança específico para o seu negócio.

4. Monitoramento em Tempo Real

Com vários sistemas de segurança, as equipes de gerenciamento de negócios podem ver o que está acontecendo em suas instalações e áreas de trabalho instantaneamente, se necessário. No entanto, os proprietários de empresas e as equipes de gerenciamento nem sempre gastam todo o tempo nas propriedades e nem sempre podem garantir que tudo está funcionando perfeitamente.

No entanto, com monitoramento em tempo real, essa tarefa se transformou em um sistema simples, acessível com um clique de um botão no seu telefone, tablet ou computador.

5. Resolução de Conflitos

Alguns sistemas de segurança integrados vêm com um pacote de vigilância por vídeo, controle de acesso, alarmes de intrusão, sistemas de PA e serviços de guarda uniformizados.

Todos esses elementos surgirão se um problema surgir em um local de trabalho, seja um arrombamento interno / externo, tentativas de arrombamento ou praticamente qualquer ameaça à segurança que possa ocorrer em um negócio.

6. Aumentar a Produtividade

Em qualquer negócio, um sistema de segurança integrado é uma garantia para aumentar a produtividade no espaço de trabalho. Segundo Kristin Morgan, da St. Francis University, “o monitoramento de funcionários está sendo usado para aumentar a satisfação do cliente, melhorar o desempenho do funcionário e aumentar a produtividade”.

Isso permite que os proprietários de empresas monitorem as atividades de seus funcionários, pois é um dos pontos mais importantes para proteger seus negócios contra ações indesejadas no local de trabalho.

7. Economia de Negócios

A longo prazo, ter um sistema de segurança integrado permitirá que sua empresa economize dinheiro e seja protegida. Caso contrário, no caso de um roubo, assalto ou roubo, os empresários / equipe de gerenciamento seriam responsabilizados por todas as perdas a que não recorrer.

Com um sistema de segurança integrado, as empresas têm várias saídas para investigar e ver o que ocorreu, por que ocorreu ou a possibilidade de esses eventos nem sequer ocorrerem.

Daí a importância de ser ter um serviço de portaria pró-ativo para a segurança de seus negócios. E não é exagerado falar que a integração será um investimento que trará benefícios incalculáveis.

Um profissional que trabalha com toda essa gama de recursos certamente irá prestar um serviço muito melhor. Existe também o fato psicológico. Um porteiro que no seu dia a dia tem recursos que fogem dos padrões mais simplórios de trabalho irá se sentir mais apto a fazer seu trabalho da melhor maneira.

Vejamos alguns pontos positivos desta integração:

  • Identificar a necessidade de segurança da organização;
  • Identificar e estabelecer objetivos e metas para segurança;
  • Organizar e estruturar a segurança da  organização;
  • Identificar e quantificar os meios necessários para segurança atingir seus objetivos;
  • Possibilitar a utilização dos recursos de forma eficiente (economia);
  • Definir as responsabilidades e estimular o comprometimento dos envolvidos;
  • Determinar tarefas e prazos, viabilizando o controle e ajustes se necessário;
  • Implementar mecanismos de  medição de desempenho nos processos  da segurança patrimonial;
  • Dar suporte para conseguir credibilidade e apoio financeiro, material e humano.

 

Não deixe de dar uma olhada em nossas outras noticias para ficar por dentro das melhores dicas para  você seu negócio.

Compartilhar
× Olá, 👋🏼! Como podemos te ajudar?